Essência da Mulher

 

Anjos benevolentes sem asas

Fadas sem a varinha de condão

Quem sabe uma Sereia na areia

Talvez uma Ondina na alcova

Guerreira, valente, audaz,

Astuta, serpenteando a presa,

Dócil, sedutora, caçadora nata,

Com o olhar conquista e destrói

Se permeada de amor é doçura

Entrelaçada com o ódio é fel

Composê abstrato de enigmas

Buquê de fragrâncias florais

Mistério entre véus e sedas

A deusa santa, mãe, amiga, amante,

A deusa devassa, inimiga, desumana,

Mas o que seria de tantos homens

Se não existissem Evas, Eros e Maçãs.

Exibições: 135

Tags: Dia, Internacional, Mulher, da, emoções, sentimentos

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 8 março 2012 às 23:23

Boa noite querido Poeta Jorge, agradeço o carinho de teu comentário, beijokas

Comentário de Jorge Cortás Sader Filho em 8 março 2012 às 20:15

Verdade, poeta, verdade!

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

mídias sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn
 
   
 

Jornal do PEAPAZ

visitantes

Badge

Carregando...
* *